Ex-vereador acusado de mandar matar homem em Colíder vai a júri com mais 3

Colíder

04/10/2021 às 13:31

Autor: Angela Fogaça

Será realizado no próximo dia 21 de outubro, o júri popular dos quatro réus acusados do assassinato de Juarez Goulart, 51 anos, ocorrido em Colíder no ano passado.

O acusado de ser o mandante do crime, o ex-vereador de Terra Nova do Norte Aldo Lopes de Carvalho, será julgado por homicídio qualificado, cometido por motivo torpe.

Já Bruno Nicola Fernandes, será julgado por homicídio duplamente qualificado, sendo acusado de atirar em Juarez, mediante promessa de recompensa e de maneira que dificultou a defesa da vítima.

Wagner Nunes de Souza, acusado de dar apoio ao assassino em uma motocicleta, também será julgado por homicídio qualificado.

De acordo com os autos, o ex-vereador teria pago R$ 20 mil para Cristiana Matias Barbosa, que intermediou o assassinato, contratando os matadores, que teriam recebido R$ 10 mil para a execução do crime. Ela também está presa e será julgada por homicídio simples.

No dia do crime, Juarez estava com sua companheira (ex-mulher de Aldo) em casa, quando um homem invadiu e efetuou quatro disparos de pistola, tirando a vida do mesmo.

O julgamento será conduzido pelo juiz Maurício Alexandre Ribeiro, de forma híbrida: os quatro acusados poderão participar apenas por meio de videoconferência.

Fonte: Nortão Online


Fotos da notícias

Veja mais

DEIXA UM COMENTÁRIO Clique aqui

Teu email não será publicado.

Enviar comentário