JBS fecha unidade frigorífica de Juína

Empresa fechou abatedouro de bovinos em Juína (MT); os 300 funcionários da planta poderão se transferir para a unidade de Brasnorte, a 160 quilômetros de distância

Foto por: Divulgação

Economia

06/01/2021 às 08:35

Para otimizar o parque fabril, a JBS fechou o abatedouro de bovinos que possui em Juína. Os 300 funcionários da planta poderão se transferir para a unidade de Brasnorte. A distância entre os dois municípios mato-grossenses é de cerca de 160 quilômetros.
 

“A todos os cerca de 300 colaboradores de Juína foi oferecida a possibilidade de transferência para Brasnorte, que receberá investimentos para aumento da capacidade de produção, contará com escopo maior de atividades e, por consequência, vai gerar mais empregos na região”, informou a JBS em nota.

A JBS decidiu concentrar a produção de carne bovina das unidades de Juína e Brasnorte, em Mato Grosso. A unidade de Brasnorte, que iniciou operação em janeiro de 2020 e contou com mais de R$ 70 milhões em investimentos para aquisição e construção, é uma planta com equipamentos e fluxos de trabalho modernos, e tem capacidade para absorver todos os empregos e a produção da planta de Juína, que será descontinuada.

A todos os cerca de 300 colaboradores de Juína foi oferecida a possibilidade de transferência para Brasnorte, que receberá investimentos para aumento da capacidade de produção, contará com escopo maior de atividades e, por consequência, vai gerar mais empregos na região. Como parte de seu compromisso com a manutenção da produção de alimentos, a JBS contratou, somente em 2020, mais de 12 mil novos colaboradores em todo o país.

No ano passado, a menor oferta de boi reduziu os abates da indústria frigorífica no país. Com o preço do gado em níveis elevados, o presidente da JBS na América do Sul, Wesley Batista Filho, já havia projetado um 2021 “desafiador” para a operação de carne bovina. 

Fonte: Valor Econômico


Fotos da notícias

Veja mais

DEIXA UM COMENTÁRIO Clique aqui

Teu email não será publicado.

Enviar comentário